Os cursos do Ensino Superior são avaliados a cada 3 (três) anos pelo Ministério da Educação (MEC), por meio do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).


Esse exame é elaborado e aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), que é uma autarquia federal vinculada ao MEC, cujo objetivo é promover estudos, pesquisas e avaliações sobre o Sistema Educacional Brasileiro.


No ano em que o Curso é avaliado, devem fazer o exame:

  • os ingressantes – estudantes que tenham cumprido entre 7% e 22% da matriz curricular;
  • e os concluintes – estudantes que concluem o curso no ano em que o exame é realizado; estudantes que tiverem concluído mais de 80% da matriz curricular do curso, até agosto do ano do exame; estudantes que tenham expectativa de conclusão do curso até o mês de agosto do ano seguinte à realização do exame.


Os ingressantes e os concluintes são submetidos a mesma prova (Clique aqui para ver um artigo sobre a metodologia aplicada na elaboração e aplicação do Enade).


Os alunos convocados a realizar o exame receberão um comunicado do INEP/Ministério da Educação, no segundo semestre do ano do exame, com as informações sobre a data, horário e local da prova. Por isso, o estudante deverá manter seu endereço e dados pessoais atualizados.


O acadêmico inscrito deve realizar o Enade, mesmo que tenha trancado a matrícula ou abandonado o curso. Se o estudante convocado para o Enade não comparecer ao exame, não poderá Colar Grau e terá seu diploma retido até que a pendência no INEP seja resolvida. Para solucionar a pendência, o acadêmico que, no ano indicado não fez o exame, deverá fazê-lo no ano seguinte; por isso, em 2012, somente os estudantes de Letras com situação irregular no INEP deverão fazer a prova (Clique aqui e faça uma consulta pública da situação do acadêmico junto ao Enade).


Em caso de dúvidas, o estudante deve procurar a Coordenação de seu Curso.


O estudante deve ficar atento ao calendário do Enade para não deixar de fazer o exame, tendo em vista que, de acordo com o MEC, o Enade é componente curricular obrigatório e a nota obtida no exame é registrada no histórico escolar e no diploma.

 

Em 2012, o Curso de Letras não foi selecionado para realização do Enade (veja a lista de cursos selecionados para o Enade 2012, no Diário Oficial da União).

 

 

 

 

Ver também:

– Editais do Programa de Assistência Estudantil

– Currículo Lattes

– Documentação

– Bolsas e auxílios

– Diploma

– Representação Discente

– Normas da UFMT

– Livros gratuitos

– Concursos literários