Pró-Reitoria de Pesquisa da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) fomenta o desenvolvimento de pesquisas científicas entre alunos dos diversos cursos de graduação, por meio de programas de Iniciação Científica.

 

A maioria das pesquisas na área de Língua/Linguagem, Literatura, Educação e Sociedade, desenvolvidas pelos professores do Curso de Letras do ICHS/CUA/UFMT conta com a participação de bolsistas de iniciação científica.


 

Como o acadêmico de Letras pode fazer pesquisa?


Os professores do Curso de Letras são vinculados ao  Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – PIBIC. Assim, os acadêmicos selecionados como bolsistas de iniciação científica, podem participar do Programa por meio de duas modalidades: bolsistas remunerados (bolsista PIBIC) e bolsistas voluntários (bolsista VIC).


Tanto os candidatos à bolsa remunerada quanto os candidatos à vaga de bolsista voluntário participam de processos seletivos que são elaborados pelos professores-coordenadores da pesquisa. Os processos têm como base os seguintes requisitos:

 

a) Ser estudante regularmente matriculado em curso de graduação da UFMT;

b) Ser apresentado por pesquisador de sua escolha, que atenda aos requisitos do item 5.1 do presente edital;

c) Dedicar-se em tempo integral às atividades referentes ao Curso e ao desenvolvimento do Plano de Trabalho apresentado;

d) Os bolsistas do período anterior deverão ter cumprido todas as exigências do Programa para que possam participar do novo edital de seleção;

e) O aluno que já teve bolsa PIBIC cancelada a pedido do orientador, por conta de desempenho insuficiente ou conduta inadequada, não poderá receber nova bolsa;

f) NÃO TER NENHUM VÍNCULO EMPREGATÍCIO DURANTE A VIGÊNCIA DA BOLSA;

g) Não ter outra bolsa, tal como: BOLSA ATIVIDADE, BOLSA MONITORIA etc., ou estar desenvolvendo ESTÁGIO REMUNERADO;

h) Devolver eventuais benefícios pagos indevidamente. Caso contrário, serão adotados procedimentos com vistas à cobrança administrativa ou judicial;

i) Os trabalhos publicados em decorrência das atividades apoiadas pelo CNPq deverão, necessariamente, fazer referência ao apoio recebido, com as seguintes expressões, no idioma do trabalho:

I- se publicado individualmente:

“O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico  e Tecnológico – Brasil”.

II- se publicado em co-autoria:

“Bolsista do CNPq – Brasil”.

 

 

Apesar de alguns bolsistas serem remunerados e outros serem voluntários, ambos recebem certificação com a mesma carga-horária, desde que cumpram as atividades propostas pelo coordenador da pesquisa.

 


A remuneração do bolsista é determinada pelo edital do PIBIC. Atualmente, o valor da bolsa é de R$ 400,00.



Qual é o objetivo de inserir o estudante de graduação em Letras em projetos científicos?

 

O objetivo de inserir o estudante de graduação em Letras em projetos científicos é despertar o seu interesse nas pesquisas científicas no ramo da língua/linguagem, literatura, educação e sociedade, para que a construção de sua prática docente seja fundamentada no diálogo entre teoria e prática. Além disso, a interação entre estudantes e pesquisadores, por meio de leituras, de discussões e da participação em eventos científicos, incentivará e preparará o graduando para ingressar em cursos de mestrado e de doutorado.